menu
-Agenda Cultural
-Restaurantes
-Teatros
-Museus
-Comentários
-Fale conosco
-Política de Privacidade
-Utilidade Pública
-Links Feirense
-Artes Cênicas
-Artes Visuais
-Artesanato
-Bandas
-Literatura
-Músicos
ENTRETENIMENTO
-Cinema
-Arquivo de Eventos
-Festival Vozes da Terra
-Festival Gospel 2010
-Natal na Praça 2010
-Micareta 2011
-Últimos Eventos
-Radio Viva Feira
-TV Viva Feira
-Videos Viva Feira
COLUNISTAS
-Beto Souza
-Cezar Ubaldo
-Emanoel Freitas
-Fabiana Machado
-Luís Pimentel
-Maiara Santos
-Raymundo Luiz Lopes
-Sandra Campos
-Sandro Penelú
-Silvana Carneiro
 
 
 
IV MOSTRA COLETIVA DO CLUBE DE FOTOGRAFIA DE FEIRA DE SANTANA


Publicado em: 12/11/2019 - 22:11:57

    Clube de Fotografia da Região Metropolitana de Feira de Santana realiza a partir das 19:30h do dia 13/11 a sua IV Mostra Coletiva no Museu Regional de Arte, localizado no CUCA-Centro Universitário de Cultura e Arte.
    Esta edição ratifica a vocação caleidoscópica dos seus integrantes, espargindo olhares que partem dos limites da intimidade e nos conduzem para além das nossas fronteiras. Como é próprio da fotografia, não há uma invenção do mundo, mas certamente, há uma inventividade no olhar. O fotógrafo nos diz: olhe p’ra isso! E, desse modo, nos convida a observar de frente, de lado, de soslaio; p’ra dentro, p’ro alto, p’ra longe; p’ro sertão e nossas paisagens, p’ras ruas das nossas cidades, p’ros corpos e suas verdades, p’ras viagens e suas saudades.
    Vale a pena embarcar nessa jornada imagética, onde a vista alcança a emoção, o olho se alinha ao coração e, parafraseando o poeta Accioly Netto, o seu olhar vai dar uma festa, na hora que você chegar!
    A Mostra ficará em pauta para visitação até o dia 20/12 e contará com fotografias dos membros do clube: Ingridy Lima, Iron Alves, Joy Freitas, Lula Mascarenhas, Mayana Izabel, Nei Rios, Paula Cavalcante, Renato Lima e Rosana Biscaia, e também dos fotógrafos convidados: Ana Reis, Ananda Nunes, Edson Machado e Tibério França, sendo este último o responsável pela curadoria das obras do clube.

AUTORIA: Release do Clube de Fototografias de Feira de Santana - Bahia - Joi Freitas e Iron Alves



MUSEU CASA DO SERTÃO IMPLANTA CENTRO DE MEMÓRIA DOS POVOS INDÍGENAS

Um novo espaço no Museu Casa do Sertão dedicado exclusivamente às comunidades indígenas do Nordeste!

Publicado em: 04/11/2019 - 10:11:37

    O Museu Casa do Sertão, entidade da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), oferece à comunidade mais um espaço de valorização da diversidade étnico-cultural. Trata-se do Centro de Memória dos Povos Indígenas do Nordeste, inaugurado terça-feira (29), que pretende reunir, periodicamente, diferentes manifestações, com suas culturas, realidades territoriais e simbolismos.
    Nesta primeira etapa, o Centro de Memória realiza a exposição ‘Indígenas do Nordeste: Cultura, Identidade e Resistência’, de autoria da artista visual Hortência Sant’Ana, estudante do curso Licenciatura em História. A mostra apresenta um recorte da cultura de dez etnias de discentes indígenas da Uefs: Atikum, Fulni-ô, Kaimbé, Pankará, Truká, Pankararé, Pankararu, Tumbalalá, Tupinambá de Olivença e Tuxá.
    A exposição fotográfica tem a curadoria da professora mestre Patrícia Navarro, do Departamento de Ciências Humanas e Filosofia da Uefs, coordenadora do projeto ‘Antropologia dos Povos Indígenas’, desenvolvido em parceira com a Pró-Reitoria de Extensão. A docente é idealizadora do Centro de Memória dos Povos Indígenas do Nordeste.
    Muitos dos estudantes indígenas da Uefs ingressaram na graduação através das políticas de ações afirmativas. E, como parte das medidas de incentivo à permanência, a Instituição oferece, no campus, residência indígena para moradia até o término do curso, possibilitando a prática de costumes e rituais.
Foto: Hortêcia Sant´ana
Identidades
    No Nordeste brasileiro, conforme salienta a professora Patrícia Navarro, há cerca de 80 povos indígenas pertencentes a ecossistemas distintos entre si (caatinga, litoral, mata atlântica). “Os índios do Nordeste, como são designados de forma geral os povos indígenas habitantes desta região do Brasil, são portadores de diversas culturas e apresentam características fenotípicas que, muitas vezes, os tornam Foto: Hortência Sant´anapassíveis de serem confundidos com parcelas da população nacional, a exemplo de comunidades rurais”, explica.
    A etnicidade destes povos é caracterizada, principalmente, por suas manifestações culturais como o Toré, o Praia e o Ouricuri, vivenciadas e, muitas vezes, incorporadas por outros povos indígenas como forma de reelaboração e afirmação da cultura. “Assim, o que distingue os povos indígenas do Nordeste são os símbolos que os instrumentalizam na afirmação e na expressão das suas identidades”.
    Patrícia Navarro observa que, ainda no século 21, há o desconhecimento acerca dos povos indígenas do Brasil e de sua diversidade cultural. Quando da chegada do colonizador português, relembra, habitavam as terras brasileiras cerca de mil povos indígenas, o que correspondia aproximadamente 2 a 4 milhões de indivíduos. Este número foi reduzido e, hoje, existem no território apenas 234 povos que 180 falam línguas diferentes”.

Serviço:
O quê: Exposição Indígenas do Nordeste
Local: Museu casa do Sertão – Campus Universitário. Av. Transnordestina, s/n - Novo Horizonte, Feira de Santana - BA, 44036-900
Agendamento: Telefone: (75) 3161-8750 e 3161-8751
E-mail: museucasadosertao@uefs.br
Horário de visitação: Segunda a sexta-feira de 8h15 às 11h30 e das 14h15 as 17h30

AUTORIA: Release da Ascom UEFS com fotos de: Hortência Sant´Ana
Fotos




JOVEM QUILOMBOLA LANÇA SEU PRIMEIRO LIVRO DE POESIAS NO DIA NACIONAL DA CULTURA

Os poemas da feirense Júlia Suzarte do distrito de São José da comunidade Lagoa Grande vem sendo divulgados por artistas nacionais famosos.

Publicado em: 29/10/2018 - 01:10:29

    Será lançado no dia 05 de novembro, dia nacional da cultura, às 19h, no café-teatro do Sesc, em Feira, o primeiro livro de poesias de Júlia Suzarte, cujo título da obra “No Meu Quintal” referencia o lugar de origem e de inspiração da jovem escritora. O livro que reúne cerca de 70 poemas foi editado pela editora Anjo e estará a venda no dia do lançamento, havendo também uma sessão de autógrafos com a autora e recital de poesias com música ao vivo com artistas locais.
    “Júlia Poeta” é assim que ela se identifica nas redes sociais e é como iniciou sua carreira artística, difundindo seus escritos no universo virtual, alcançando artistas famosos e inclusive um convite para participação no programa “Encontro com Fátima”, da rede Globo, realizado em 2018. Atualmente o instagram profissional de Júlia, oriunda da zona rural do interior da Bahia, que possui apenas 20 anos, está com mais de 8 mil seguidores, dentre eles artistas a exemplo de Nanda Costa, Astrid Fontenelle e Nando Reis que seguem o trabalho da escritora.
    A escritora possui muito estímulo dos pais que são agricultores e que se esforçam muito para mantê-la na universidade e para que ela prossiga profissionalmente com a sua trajetória literária. Além da família, Júlia também conta com o apoio da sua madrinha, Tâmara Andreucci, que foi sua professora e quem a incentivou a trilhar o caminho das letras.
    Segundo Tâmara “Júlia é a materialização de uma arte genuína e muito significativa. Ela escreve e chega a todas e todos de forma leve e intensa. Sua poesia é marcante pela verdade que conseguimos extrair dela, mas também pela simplicidade que traduz o mais singelo que temos em nós, muitas vezes escondido para dar lugar ao que a "sociedade do espetáculo" espera. Para mim, Júlia Suzarte é o verdadeiro show!”.
    Para Júlia Poeta o lançamento de seu primeiro livro de poesias expressa “Mesmo com tanta dificuldade/ Caindo, ralando... não faz mal!/ O meu peito transborda felicidade/ Enamorado No Meu Quintal”. O lançamento de “No Meu Quintal” conta com o apoio de Aloma Galeano: Produção cultural e eventos, Sidarta: Designer e ilustraçao, Corujão – Distribuidora, Sesc além dos artistas Karen Mendes, Dan Silveira, Zecalu, Domingos Santeiro e Franco Setúveal.

SERVIÇO:
O QUE: Lançamento do livro “No Meu Quintal”, de Júlia Poeta
QUANDO: 05 de novembro de 2019.
HORÁRIO: 19h
LOCAL: Café-teatro do Sesc
CONTATO: (75)98105-4689/ aloma.galeano@gmail.com

AUTORIA: Release de Aloma Galeano



“HOJE EU NÃO TO BOA" COM INGRESSOS A PREÇOS POPULARES

Adriano Lima Volta em cartaz com o já consagrado espetáculo que é sucesso de público em toda Bahia: “Hoje Eu Não Tô Boa”!

Publicado em: 24/10/2019 - 11:10:33

    Nessa nova Temporada de "HOJE EU NÃO TO BOA, Adriano Lima traz para o palco a internacional e conhecida do grande público a Doutora   Wanda celeste, que vem repaginada e muito atualizada, além de suas experiências vividas em Feira de Santana e Salvador desta vez ela vai contar como foi sua primeira palestra em NOVA YORK. E também fará no palco uma sessão de terapia, ” No Divã com a Wanda” Onde uma pessoa será convidada para participar da terapia, onde WANDA vai criar situações hilárias, por isso vale muito a pena e ir assistir essa nova temporada cheia de novidades e comemorando seis anos em cartaz a preços populares.   

SERVIÇO
O Que? -Hoje Eu Não To Boa !
Onde? -Teatro Margarida Ribeiro
Hora? -20:00
Quando?  26 & 27 de outubro
Quanto custa? – Temporada a valor Popular   R$ 20 inteira e R$ 10 meia 
Classificação? 14 anos 
Informações? -75-9-81087313/ 3625-9533
REALIZAÇÃO CIA. DAS GRAXEIRAS

AUTORIA: Release do espetáculo



MUSEU CASA DO SERTÃO REALIZA MOSTRA DE INSTRUMENTOS MUSICAIS FEITOS COM SISAL


Publicado em: 21/10/2019 - 11:10:00

    O Museu Casa do Sertão, entidade da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), realiza a exposição O Som do Sisal, que estará em cartaz desta segunda-feira (21) até 20 de dezembro. A mostra apresenta instrumentos musicais como violões, ukulele, violinos, sisalaixos (contrabaixo feito com sisal) e cavaquinhos, construídos a partir do reaproveitamento dos resíduos da cadeia produtiva do sisal, que ganham forma pelas mãos de crianças e adolescentes do projeto O Som do Sisal.
    A programação da mostra também contempla o 2º Sarau do Museu Casa do Sertão, na quarta-feira (23), das 14h às 17h30min, com apresentação de músicos integrantes do projeto O Som do Sisal e uso dos instrumentos construídos por eles. O evento também terá a participação dos cordelistas Jurivaldo Alves, Domingos Santeiro e Julio Rodrigues, além de apresentação de rap do estudante de Licenciatura em História da Uefs, Lázaro Souza.
    A exposição integra as atividades da 16ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, com o tema ‘Bioeconomia: Diversidade e Riqueza para o Desenvolvimento Sustentável’, dentro do conceito da utilização sustentável e inovadora de recursos biológicos renováveis (biomassa). Nesse contexto, Josevaldo Nim, fundador do Projeto O Som do Sisal, explica que a ação de construção desses artefatos nasce como uma alternativa para conseguir mais instrumentos musicais a baixo custo e de criar um projeto novo, com a cara da cultura do interior da Bahia, região do sisal.
    Sustentável, socioeconômica e cultural, o projeto, iniciado na cidade de Conceição do Coité, é uma criação inovadora e tem recebido destaque, resultando em orgulho para os moradores da região do sisal. Conforme Josevaldo Nim, as pessoas ficam admiradas por conhecer, pela primeira vez, um instrumentoRobson di Almeida construído com a madeira do sisal.
    Este entusiasmo, salienta Nim, “é demonstrado sobretudo em quem conhece ou já trabalhou na dura atividade do motor do sisal, na qual muitas vezes as pessoas eram mutiladas, perdendo um braço ou ficando cegas”. Ele destaca que os instrumentos musicais “ressignificam o som batido do motor do sisal pela poesia das violas”.
    Além dos instrumentos musicais, a mostra reúne fotografias de Robson di Almeida e pinturas de Pepeu Ramos (telas com desenhos em pirografia) e  artesanato construído com agave, do espanhol Timbe Bernhardt. 

Serviço:
Abertura: 21 de outubro de 2019
Local: Museu casa do Sertão – Campus Universitário. Av. Transnordestina, s/n - Novo Horizonte, Feira de Santana - BA, 44036-900
Agendamento: Telefone: (75) 3161-8750 e 3161-8751
E-mail: museucasadosertao@uefs.br
Horário de visitação: Segunda a sexta-feira de 8h15 às 11h30 e das 14h15 as 17h30




MAC RECEBE CELEBRAÇÃO DE LANÇAMENTO DO LIVRO “TRANÇADO DE ASSOMBROS” DE MIGUEL ALMIR


Publicado em: 16/10/2019 - 18:10:15

    O livro de poemas “Trançado de assombros”, de Miguel Almir, publicado pela Editora Kalango, será lançado no próximo dia 31, às 19h30, no Museu de Arte Contemporânea-MAC. O autor é professor da Universidade Estatual de Feira de Santana (UEFS), circula pelas encruzilhadas da Arte, da Cultura, da Filosofia e da Educação e já lançou diversos livros, tanto de poemas como de ensaios. Seu último livro de poemas foi “Silêncios de ventania” e de ensaios “Dos Sentidos do Amor”.
    A novo trabalho apresenta uma seleção de poemas escritos nos últimos 5 anos e transita por diversas temáticas que perfazem os fluxos do cotidiano atravessando os desvãos das travessias demasiadamente humanas marcadas por inquietudes e arrepios, rasgos e penumbras, torrentes e remansos, indignações e utopias, pelo trançado dos assombros que nos movem e impulsionam.
    Além das imagens dos poemas, o livro também traz imagens de fotografias feitas pelo autor em suas andanças por diversos rincões. São fotografias que flagram as sutilezas de dobras, curvas, trançados, texturas e movimentos diversos de garranchos, folhas, cascas de árvores etc.
Capa    De acordo com o poeta Adriano Eysen, que prefacia o livro, a “poesia de Miguel Almir desafia a linearidade da razão pela ação transgressora do seu lirismo agridoce que opera nos recônditos da vida repleta de tramas, sagas, dobras, fissuras e incompletudes; (...) revela-se repleta de assombros marcados pela sua capacidade anímica de escrutinar as fissuras do existir humano”. E afirma também que o livro reúne “em versos e fotografias os trançados da vida que se movimentam nos ermos de cada um de nós”.
    O poeta Wesley Almeida afirma na orelha do livro que “Seus poemas têm auroras e plenilúnios que nos ‘insuflam pontadas de arrepios’. Ora nos alumbram como cantigas,
ora nos penumbram com murmúrios. (...) O livro é um convite a rolar como folha no terreno das palavras, voar como pipa no crepúsculo dos dias”.
    O lançamento, que será constituído de performances, recitais de poemas e de música, conta com o apoio do MAC, do Núcleo de Investigações Transdisciplinares (NIT) - Departamento de Educação (DEDU) da UEFS.

AUTORIA: Release do Culturass - Cid Fiúza



UEFS PARTICIPA DE PESQUISA SOBRE O ÓLEO EM PRAIAS DA BAHIA


Publicado em: 12/10/2019 - 02:10:44

    O professor doutor Marcos Melo, docente do curso de Química do Departamento de Ciências Exatas da Universidade Estadual de Feira de Santana (DEXA/UEFS) participou de uma coleta de óleo nas praias de Sítio e Poças na cidade baiana de Conde. A ação aconteceu na terça-feira (8), fruto de uma parceria do Laboratório de Excelência em Petróleo da Universidade Federal da Bahia (LEPETRO/UFBA) e o Laboratório de Geoquímica e Catálise Ambiental da Uefs, com o objetivo de colher amostras do óleo e compará-las com um banco de dados de todo o mundo, para buscar a origem do material.
    As manchas de óleo têm afetado todo o litoral nordestino, na Bahia já atingem as cidades de Conde, Jandaíra, Esplanada e Entre Rios. O material derivado do petróleo representa risco de contaminação para fauna e flora marinha. Durante a coleta, os pesquisadores encontraram uma tartaruga morta na praia, atingida pelo óleo. Os pesquisadores esperam que após encontrarem origem, possam tomar Professor Marcos Meloas providências cabíveis para reverter os danos. Segundo o professor Marcos Melo, “a fauna
e a flora marinha são muito sensíveis às substâncias do petróleo”.
    Na manhã desta quinta-feira a equipe de pesquisadores divulgou que não é possível descartar a possibilidade do material ser combustível de navio. Através dos resultados das análises dos biomarcadores observou-se uma relação do óleo coletado nos litorais sergipano e baiano, com um dos tipos de petróleo que é produzido na Venezuela. Contudo, ainda não se sabe a origem do descarte do material no ambiente marinho.

AUTORIA: Release da Ascom UEFS



CASA DO SERTÃO CELEBRA MÊS DA CRIANÇA COM MOSTRA DE BRINQUEDOS ANIMADOS


Publicado em: 09/10/2019 - 00:10:53

    O Museu Casa do Sertão, localizado no Campus da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), celebra o Mês da Criança com mostra de brinquedos confeccionados pelo artesão e cordelista Seo Ademar. A exposição ‘Brincadeira de Artesão por Ademar Araújo’ reúne, a partir desta quinta-feira (10), miniaturas de zoológico com elefantes, macacos, cavalos e leões, além de brinquedos representativos de um parque de diversão com engrenagem movida à energia elétrica que dá vida aos componentes, encantando crianças e adultos. 
    Com o espírito inquieto e criativo, Seo Ademar, depois da aposentadoria, em Feira de Santana, buscou ocupação no que denomina “mecanismos delicados”, inspirados na experiência de mais de 20 anos na indústria têxtil em São Paulo. Bonecos de animais ganham movimento a partir de um mecanismo criado pelo artesão, construído com reaproveitamento de materiais como vasilhas de alimentos, refugo de madeira e motores de ventiladores.
    Seu processo criativo, como relata o próprio Ademar, “baseia-se na intuição, curiosidade e no movimento da vida real, sem a necessidade de um projeto, pois o que importa é o deleite pessoal”. Natural de Martins, município do Rio Grande do Norte, Ademar Araújo participou de diversas atividades culturais na Bahia relacionadas à Literatura de Cordel, mas esta será a primeira vez que expõe as miniaturas ao grande público. Até então fazia exibição na própria residência para amigos e visitantes.
    A partir desta mostra, os brinquedos vão integrar o acervo do Museu Casa do Sertão, já que Seo Ademar oficializou a doação. A idéia, conforme relata, foi da própria família, com o intuito de preservar a sua obra, numa clara manifestação de legar a criação à cidade que o acolheu.

Serviço:
Abertura: 10 de outubro de 2019
Local: Museu casa do Sertão – Campus Universitário. Av. Transnordestina, s/n - Novo Horizonte, Feira de Santana - BA, 44036-900
Agendamento: Telefone: 75.3161.8750 e 3161-8751
E-mail: museucasadosertao@uefs.br
Horário de visitação: Segunda a sexta-feira de 8:15 às 11:30 e das 14:15 as 17:30 h

AUTORIA: Release da Ascom UEFS



SEST SENAT FEIRA DE SANTANA LEVA PROJETO TRANSPORTANDO SAÚDE PRA BR 324


Publicado em: 07/10/2019 - 17:10:56

    A unidade SEST SENAT Feira de Santana realiza, no dia 10 de outubro, das 8h às 16h, o “Transportando Saúde nas Cidades”, no posto São Gonçalo 4, sentido Salvador-Feira de Santana.
    Quem passar pelo local vai contar com os serviços de orientação sobre condução segura, aferição de pressão, noções de primeiros socorros, orientação sobre saúde bucal, avaliação nutricional, fisioterapia, psicologia, massagem e atividade recreativa de alongamento com educadores físicos.
    De acordo com a coordenadora do SEST (Serviço Social do Transporte), Márcia Cristina Cerqueira, a ação será direcionada para caminhoneiros.
    “Vamos dar uma prévia sobre os cuidados com a saúde desses profissionais que ficam na estrada e noções de bons hábitos alimentares. Na oportunidade ofertaremos brindes e lanches”, explica a coordenadora.
    A ação, que faz parte do programa CNT SEST SENAT – Prevenção de Acidentes, tem como objetivo proporcionar melhores condições de saúde e de bem-estar aos trabalhadores do setor de transporte, contribuindo na prevenção de possíveis doenças e incentivo a adoção de hábitos saudáveis.

Serviço:
Ação: Projeto Transportando Saúde nas Cidades
Data: 10/10/2019
Horário: 8h às 16h
Local: Posto São Gonçalo 4, sentido Salvador/Feira de Santana.

AUTORIA: Release da Ascom do SEST SENAT Feira de Santana



Mais Notícias

    O livro de poemas “Trançado de assombros”, de Miguel Almir,...

    O professor doutor Marcos Melo, docente do curso de Química do Departam...

    O Museu Casa do Sertão, localizado no Campus da Universidade Estadual d...

    A unidade SEST SENAT Feira de Santana realiza, no dia 10 de outubro, das 8h &a...

    O movimento Reconsertão realiza mais uma apresentação em ...

    Composto pela poeta Nívia Maria Vasconcellos, pela cantora Dayane Sampa...

    Realizado em Feira de Santana (BA), o festival de artes integradas Feira Noise...

    O espetáculo FRIDA KAHLO, Indicado ao Prêmio Braskem de Teatro e ...

    A felicidade do sertanejo com a chegada do São João é o t...

    O FENATIFS - Festival Nacional de Teatro Infantil de Feira de Santana - chega ...


Página de 25
| | | | |

 

Apoio Cultural:



Novembro Azul

Higienizar

Viva Feira
New Page 1

 

© 2009-2016 Viva Feira - Todos os direitos reservados